Estatísticas - Povo que clama

Promova missões nas redes sociais
Informações baseadas na Nova Edição do Mapa da Violência 2015, relatório lançado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Esse relatório leva em conta as pesquisas realizadas em 2012.

• As vítimas preferenciais de homicídios por arma de fogo no Estado são jovens com idades entre 15 e 29 anos.

• O Índice de Vitimização Juvenis por Arma de Fogo (IVJ-AF) no Espírito Santo é de 394,9%, o que equivale a dizer que acontecem cinco mortes de jovens a cada morte de não jovem.

• Se no Estado o índice já é alto, em Vitória a realidade é ainda mais alarmante. Na Capital oIVJ-AF é de 587,4%, ou seja, são sete mortes de jovens para cada morte de não jovem.

• O Espírito Santo, assim como em outros anos, ostenta a ingrata segunda posição dentre os estados em que mais se mata por arma de fogo, só perdendo para Alagoas. A taxa de mortes por arma de fogo registrada em 2012 (ano base do estudo) foi de 38,3 mortes por grupo de 100 mil habitantes. Entre jovens a taxa ficou em 91,8 por 100 mil, demonstrando a seletividade nas mortes.

• O Mapa da Violência 2015, assim como outros estudos já haviam apontado, mostra que os negros são as principais vítimas de mortes violentas no Estado.

• Serra foi o município com maior taxa de óbitos por arma de fogo no Estado, dentre aqueles com mais de 20 mil habitantes.

• A taxa média entre 2011 e 2012 de óbitos por arma de fogo ficou em 78,1 por grupo de 100 mil habitantes, sendo que a taxa média de homicídios por arma de fogo ficou m 77,4. Nacionalmente, o município ocupa a 17a posição.

• Seguido da Serra vem Pinheiros, no norte do Estado, que registrou taxa média de óbitos de 67,3 por 100 mil e de homicídios por arma de fogo de 65,9.

• Cariacica registrou taxa de óbitos por arma de fogo de 60,3 e de homicídios de 59,9; • Vitória, em 2012, registrou taxa de óbitos por arma de fogo de 53,4 e de homicídios de 52,2

• Pedro Canário, no norte do Estado, registrou taxa média de 59,9 óbitos e homicídios por arma de fogo entre 2011 e 2012.

• Entre os jovens, as taxas de mortes e de homicídios por arma de fogo em 2012 nos municípios mais violentos são equivalentes às de guerra civil.

• Violência contra mulher: Os dados são da pesquisa "Violência contra a mulher: feminicídios no Brasil", divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

• O Espírito Santo é o estado brasileiro mais violento para as mulheres. A taxa de mortes femininas por violência doméstica no estado foi de 11,24 mortes para cada 100 mil mulheres - bem acima da média brasileira, de 5,82, e seis vezes
>>

www.missoesestaduais.com

Campanha de Missões Estaduais 2015
O Espírito Santo Clama, quem responderá?

0 comentários:

Postar um comentário

 

MISSIONÁRIOS dos batistas capixabas

Copyright © 2015 Missões Estaduais
Ministério de Missões e Evangelismo
Convenção Batista do Estado do Espírito Santo
Coordenação do MEVAM por Pr. Keiny Moreira
Criação e marketing da campanha por Pr. Jullyander de Lacerda
Template distribuído Gratuitamente