Zumbi dos Palmares - Missão em Vila Velha completa 13 anos

Promova missões nas redes sociais
Uma frente missionária da Primeira Igreja Batista em Cobilândia, a Missão Batista em Zumbi dos Palmares completou 13 anos. O trabalho teve início em um espaço cedido por uma senhora, e era voltado para crianças. Depois passou a reunir adultos e, mais tarde, foi criado o evangelismo aos domingos. Naquele momento, foi alugado um local definitivo para os cultos e os estudos bíblicos dominicais.

Primeiramente com o pastor Geazi da Cruz e em seguida com o pastor Uene Gaspar, a missão vem desenvolvendo importantes ações. Um exemplo é o trabalho de assistência social para atender as necessidades das famílias que frequentavam os cultos. “Não podemos dar as costas às pessoas porque não é isso que Jesus faria. A obra social faz parte do Evangelho. Ainda que a missão em Zumbi dos Palmares se concentre em pregar a Palavra, não dá para eliminar a obra social”, falou o pastor Uene, que lá está desde 2003. Casado com Luciana Oliveira dos Santos e pai de Uene Junior, ele diz que a missão conta com 13 membros atualmente, mas já batizou e agregou mais de 70 pessoas ao longo de sua trajetória.

Para Uene, o primeiro fator que dificulta o crescimento é o pluralismo religioso. “A quantidade de igrejas num bairro tão pequeno quanto Zumbi dos Palmares é surpreendente. Em 2013 foi aberta uma igreja evangélica ao lado da missão. Depois de aproximadamente oito a dez meses, foi inaugurada outra na rua de trás, onde já há mais duas igrejas.

Assim, a cada dia, os movimentos vão se expandindo e influenciando a população”. Ele lembra que outro desafio é a falta de um local mais estruturado. “As pessoas as vezes menosprezam o trabalho porque não há um espaço adequado. Estamos em uma casa velha, com paredes rachadas, mas a igreja mãe vai contruir ainda este ano um novo templo”.  Isso, no entanto, não reduz o seu entusiasmo.
Para ele, as pessoas têm se preocupado com templos, eventos, reuniões e boletins, mas o foco principal deve ser outro.  “A Igreja foi chamada para servir, amar e anunciar o Evangelho de Jesus Cristo”, falou.


E sempre pautada por essa diretriz, a missão investe em ações, feitas nas ruas, como a realizada em abril, e em um condomínio residencial próximo ao templo. “A ideia foi evangelizar aproximadamente 200 pessoas, através de atendimentos com os profissionais, preenchimento da ficha cadastral com os voluntários, café da manhã com os missionários. Com ações como essa, fazemos com que a missão seja reconhecida em todo o bairro, estabelecendo um ponto de contato com a comunidade. Com a aplicação do primeiro estudo do Evangelho de João e o aconselhamento pastoral, podemos alcançar 50 pessoas, das 200 evangelizadas, através de estudos bíblicos nos lares, marcando novos estudos, visitas, cultos e assistência social, com cestas básicas, e entrega de roupas infantis e de adultos. Assim é possível pensarmos em integrar essas pessoas à  programação da missão. Que o Senhor nos dê sabedoria para avançar e anunciar a Palavra de Deus no bairro Zumbi dos Palmares”, finalizou.
>>

www.missoesestaduais.com

Campanha de Missões Estaduais 2015
O Espírito Santo Clama, quem responderá?

0 comentários:

Postar um comentário

 

MISSIONÁRIOS dos batistas capixabas

Copyright © 2015 Missões Estaduais
Ministério de Missões e Evangelismo
Convenção Batista do Estado do Espírito Santo
Coordenação do MEVAM por Pr. Keiny Moreira
Criação e marketing da campanha por Pr. Jullyander de Lacerda
Template distribuído Gratuitamente